Quais Fintechs existem no mercado e as suas finalidades

Hugo Mathecowitsch

Hugo Mathecowitsch

Co-founder & CEO da a55

fintechs

Como você sabe, as Fintechs estão revolucionando o mercado financeiro nos últimos anos. Assim como a a55, outros nomes também fazem a diferença na vida das pessoas e empresas. Atualmente no Brasil, já são mais de 800 empresas criadas nesse segmento.

As Fintechs fazem sucesso por dois motivos principais: todas as soluções são pensadas para suprir as necessidades dos clientes e há um forte relacionamento com os clientes, ou seja, os usuários têm a possibilidade de responder pesquisas informando o que está bom, o que precisa melhorar. Com isso, essa participação ativa, os clientes se tornam fiéis e os produtos e serviços estão sempre melhorando.

Conheça os tipos de Fintechs existentes no Brasil:

Pagamentos

As fintechs de pagamentos estão em maior número no Brasil e simplificam o processo de compra e venda. Algumas empresas, por exemplo, oferecem máquinas de cartão sem cobrar a taxa de aluguel. Outras se destacam com cartões de crédito, débito e pré-pago.

Como estão em maior quantidade, podemos listar várias conhecidas: Asaas, Iugu, Nubank, Mercado Pago, Stone, Vindi, PicPay. 

Gestão Financeira 

São plataformas que oferecem serviços para pessoas físicas simplificarem suas contas. Incluem controle de despesas, gestão de orçamento pessoal, dando dicas de como usar o cartão de crédito de maneira eficiente. Já para empresas, podem ajudar na gestão, com ferramentas para controle fiscal, folha de pagamento, faturamento e contabilidade.

As mais conhecidas são a Conta Azul e Guia Bolso.

Crédito e Negociação de Dívidas

São empresas que disponibilizam em seus sites ou aplicativos operações de crédito para empresas ou pessoas físicas. De modo geral, os custos totais das operações com as Fintechs são mais baratos do que os dos bancos tradicionais. 

É o caso da a55, que oferta linhas de crédito para empresas que desejam crescer de maneira sustentável. O processo é feito através da Plataforma a55 e não exigimos ativos reais, como carros e imóveis, como garantia.

As fintechs mais conhecidas nesse segmento são a55, Quero Quitar, Creditas.

Crowdfunding

São plataformas e sites que servem para levantar capital de forma coletiva. Geralmente são usadas para captar investimento em causas sociais, novos empreendimentos e projetos culturais.

Você já deve ter visto a Vakinha ou Catarse, que são as mais conhecidas.

Investimentos

Existem muitas maneiras de aplicar seu dinheiro. As fintechs que atuam nesse segmento utilizam mecanismos de busca e algoritmos, usando a tecnologia para analisar opções e propor investimentos diferentes dos tradicionais.

Alguns exemplos são Allgoo, Investe App, Orama.

Seguros

Precisa de seguros? As fintechs também podem ajudar. Existem empresas com ferramentas que comparam valores e serviços das corretoras.

As empresas Minuto Seguros, Bidu, Compara Online são exemplos de onde encontrar essa solução.

Quer ficar por dentro de todas as novidades das fintechs? Assine nossa Newsletter e receba os conteúdos direto na sua caixa de entrada.